Sindicato dos Técnicos Superiores, Assistentes e Auxiliares da Educação da Zona Norte
Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009
Remuneração a atribuir - mobilidade interna

OFÍCIO-CIRCULAR CONJUNTO Nº 2 / DGRHE / GGF 2009

 

DATA: 2009 / Outubro / 20

 

ASSUNTO: Pessoal não docente em situação de mobilidade interna intercategorias no mesmo serviço. Remuneração a atribuir neste tipo de mobilidade (artigo 62.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro).

 

1. Na sequência das orientações transmitidas a coberto do Ofício-Circular Conjunto N.º 1 /DGRHE / GGF 2009, de 5 de Agosto de 2009, informa-se que a remuneração em situação de mobilidade interna intercategorias no mesmo serviço encontra-se estipulada no n.º 3 do artigo 62.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro, pelo que, após 1 de Janeiro de 2009, os trabalhadores no exercício das funções correspondentes a categoria de grau superior da respectiva carreira, serão remunerados pelo nível remuneratório desta categoria superior mais próximo do nível detido na categoria de que o trabalhador é titular.

 

2. Aplicação prática, através de exemplos, do n.º 3 do artigo 62.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Dezembro. Assistentes operacionais colocados em mobilidade interna no mesmo serviço para o exercício de funções de encarregado operacional

 

2.1 Um assistente operacional integrado em posição intermédia entre o nível 1 e o nível

 

2 da tabela remuneratória da respectiva categoria, com a remuneração de 487,46€ -deve ser remunerado pelo valor pecuniário correspondente ao nível 8 (837, 60 €) primeira posição da tabela aplicável à categoria de encarregado operacional;

 

2.2 Um assistente operacional integrado em posição intermédia entre o nível 7 e o nível 8 da tabela remuneratória da respectiva categoria com a remuneração 799,84 € – deve ser remunerado pelo valor pecuniário correspondente ao nível 8 (837,60 €) da tabela aplicável à categoria de encarregado operacional.

Nota: A presente orientação substitui a constante do n.º 2 do Ofício-Circular Conjunto N.º 1 / DGRHE / GGF 2009, de 5 de Agosto de 2009, relativo à remuneração.

Assistentes técnicos colocados em mobilidade interna no mesmo serviço para o exercício de funções de coordenador técnico

 

2.3 Um assistente técnico integrado no nível 5 da tabela remuneratória da respectiva categoria, com a remuneração de 683,13 € - deve ser remunerado pelo valor pecuniário correspondente ao nível 14 (1149,99 €), primeira posição da tabela aplicável à categoria de coordenador técnico;

 

2.4 Um assistente técnico integrado em posição intermédia entre o nível 12 e o nível 13 da tabela remuneratória da respectiva categoria, com a remuneração de 1084,76 € -deve ser remunerado pelo valor pecuniário correspondente ao nível 14 (1149,99 €) da tabela aplicável à categoria de coordenador técnico;

 

2.5 Um assistente técnico integrado em posição intermédia entre o nível 14 e o nível 15 da tabela remuneratória da respectiva categoria, com a remuneração de 1156,85 € - deve ser remunerado pelo valor pecuniário correspondente ao nível 17 (1304,46 €) da tabela aplicável à categoria de coordenador técnico.

Nota: Os trabalhadores que, em 31 de Dezembro de 2008, eram chefes de serviços de administração escolar em regime de substituição e que transitaram para a situação de mobilidade interna, de acordo com o artigo 93.º da Lei n.º 12-A/2008, mantêm a remuneração base que auferiam àquela data, actualizada a valores de 2009, nos termos da Portaria n.º 1553-C, de 31 de Dezembro, excepto quando da aplicação do n.º 3 do artigo 62.º da Lei n.º 12-A/2008, resulte remuneração superior.

 

3. As situações de mobilidade intercategorias não estão sujeitas à formalidade da publicação em Diário da República, uma vez que, observado o artigo 37.º da Lei n.º 12-A/2008, não estão em causa a constituição de relações jurídicas de emprego público por tempo indeterminado. No entanto, como existe uma alteração da situação jurídicofuncional dos trabalhadores, as mesmas deverão ser objecto de publicitação na página electrónica do agrupamento de escolas ou escola não agrupada, bem como de afixação em local próprio para o efeito, nos termos do disposto no n.º 2 do artigo 38.º da Lei n.º 12-A/2008.

 

4. As situações de mobilidade interna têm a duração máxima de um ano. Contudo as constituídas até 1 de Outubro de 2009 (inclusive), podem ser prorrogadas até 31 de Dezembro de 2010, de acordo com o artigo 1.º do Decreto-Lei n.º 269/2009, de 30 de Setembro.

 

O Director-Geral dos Recursos Humanos da Educação

O Director do Gabinete de Gestão Financeira



publicado por staae-zn às 09:10
link do post | comentar | favorito

Sábado, 17 de Outubro de 2009
REUNIÕES COM GRUPOS PARLAMENTARES

 

FNE PEDE REUNIÕES COM GRUPOS PARLAMENTARES

 

A Federação Nacional dos Sindicatos da Educação – FNE – enviou ontem, primeiro dia de funcionamento da Assembleia da República resultante das eleições do dia 27 de Setembro, pedidos de reunião com cada um dos Grupos Parlamentares, para com eles serem debatidas as perspectivas de intervenção parlamentar, quer no que toca ao Estatuto da Carreira Docente (particularmente no que toca à prova de ingresso na carreira, à estrutura da carreira e ao modelo de avaliação de desempenho), quer no que toca às questões de descentralização de competências, nomeadamente em relação à gestão do pessoal não docente das escolas.

 

Estes pedidos de reunião inserem-se na perspectiva de que, em quaisquer circunstâncias, as matérias da Educação e da Formação não poderiam deixar de constituir uma preocupação central do Parlamento português, mas que assumem hoje uma relevância especial, quer no que toca à generalidade do sistema nacional de educação e formação, quer particularmente à situação profissional dos Docentes e dos Trabalhadores Não Docentes das nossas escolas do sistema público de ensino.

 

A FNE entende que os problemas que hoje se colocam com maior acuidade no nosso sistema educativo merecem intervenções claras (algumas urgentes), a que o novo Governo que proximamente vier a tomar posse não deixará de procurar dar resposta, num quadro desejável de diálogo e de concertação, e para o qual a FNE não deixará de dar contributos significativos.

 

No entanto, e independentemente da via de diálogo e negociação que será essencial manter com o Governo, a FNE entende importante manter também com as diferentes forças políticas, no Parlamento, um diálogo assíduo, pelo que considera fundamental a realização de um primeiro ciclo de reuniões com os Grupos Parlamentares da nova Assembleia da República.

 

Para além de tudo isto, não se pode esquecer que, quer na Legislatura anterior, quer nos Programas Eleitorais, os diferentes Partidos assumiram compromissos relativamente àquelas matérias, pelo que se torna essencial a troca de opiniões sobre as fórmulas de intervenção futura.

 

Porto, 16 de Outubro de 2009

 



publicado por staae-zn às 16:34
link do post | comentar | favorito

O STAAE-ZN
pesquisar
 
Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


posts recentes

Conferência de Imprensa c...

FNE convoca greve de Trab...

Jornal online março 2018

Agenda Abril 2018

Informações 1ª de Maio 20...

Convocatória do Congresso...

Vamos celebrar o Teatro

5436 - Liderança e Motiva...

Agenda do dia 24 de março...

Jornal On line FNE fevere...

arquivos

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Maio 2017

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Outubro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

todas as tags

links
:
este blog foi visto por:
contadores
contadores